Home / Bem-Estar / Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

/
/

Um em cada sete homens será diagnosticado com uma doença que raramente apresenta sintomas: o câncer de próstata.

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens e está estimado o surgimento de cerca de 70 Mil novos casos para o ano de 2017.

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. Porém, a grande maioria cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

O câncer de próstata é comum e tratável quando descoberto cedo. Suas chances de cura é de quase 100% quando o mesmo não se espalha além da próstata ou apenas em áreas próximas, segundo diz a Sociedade Americana do Câncer. Mas a porcentagem de cura despenca para 29 % entre os casos de câncer do estágio IV, quando a doença se espalha para várias partes distintas do corpo.

 

Sintomas do Câncer de Próstata:

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

“O sintoma mais comum não é nenhum sintoma”, disse o Dr. Christopher Anderson, urologista do New York-Presbyterian / Columbia University Irving Medical Center. Alguns homens podem ter sintomas como dor nos ossos e perda de peso quando o câncer já se espalhou, disse Anderson.

O Dr. Philip Kantoff, oncologista médico e presidente do departamento de medicina do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, reiterou que a doença geralmente não causa sintomas. Os sintomas podem, em vez disso, ser devido a uma próstata aumentada ou inflamada, e nenhuma dessas formas são cancerígenas.

Nos casos avançados de câncer de próstata, podem aparecer sintomas como problemas urinários, sangue na urina, sangue no sêmen ou disfunção erétil, diz o ACS.

 

Causas do Câncer de Próstata:

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

Os homens com idades entre 50 a 75 são considerados os com mais em risco, e quanto mais velho você obtém, maior o risco. Histórico familiar, especialmente um parente de primeiro grau como um pai ou irmão que teve a doença, é outra preocupação.

Os homens africanos, afro-caribenhos, sul-asiáticos e hispânicos estão mais em risco de formas mais agressivas do câncer de próstata. Para os homens de ascendência africana, há um risco maior de diagnóstico e morte de câncer de próstata.

 

O que você deve fazer se achar que pode ter câncer de próstata?

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta

Todos os homens que acreditam que pode estar com o câncer de próstata, deve falar com o seu médico antes que os sintomas ocorram. Além disso, os homens devem realizar exames retais digitais anuais e testes de PSA.  É indispensável que todos os pacientes com sangue na urina devem consulte um urologista o quanto antes.

 

O que eu deveria saber sobre os testes de PSA? (Que indica um câncer de próstata)

O teste de PSA tem sido controverso. Em 2012, a Forçam Tarefa de Serviços Preventivos dos EUA, recomendou o teste de PSA quando disse que:

“há certeza moderada de que os benefícios do rastreamento baseado em PSA para câncer de próstata não superam os danos”.

A triagem de PSA envolve um exame de sangue simples para níveis elevados de uma proteína que pode indicar câncer, mas também pode ser causada por uma próstata aumentada ou inflamada. O teste de PSA pode encontrar câncer que não precisa ser tratado, pois é muito pequeno e lento para tornar-se mortal. Radiação ou cirurgia para remover a próstata pode resultar em impotência e incontinência.

Este ano, a força tarefa disse em um projeto de recomendação que: “recomenda que os médicos informem aos pacientes com idades entre 55 e 69 anos sobre os potenciais benefícios e danos do exame de câncer de próstata baseado em antígeno específico da próstata (PSA)”. Não recomendou Teste de PSA em homens com idade igual ou superior a 70 anos.

“O uso adequado do PSA é o que eu recomendo do ponto de vista da detecção precoce”, disse o Dr. Philip Kantoff.

Os sintomas não devem ser o fator motivador para o rastreio, disse ele, dizendo que deveria haver uma decisão a partir dos 40 anos, se os testes de PSA devem ou não ser feitos. Ele recomendou que aqueles com histórico familiar ou pessoas de descendência afro-americana pensem em detecção precoce.

Dr. Philip Kantoff disse que “é importante ser examinado” e que é importante saber que aproximadamente 40% dos cânceres de próstata não são agressivos.

“Existe uma grande proporção de homens que podem não precisar de tratamento para esse tipo de câncer”, disse ele.

 

Câncer de Próstata: Sintomas, Causas e Sinais de Alerta
Ainda não avaliado!
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

adimage